Você já parou para pensar em como usar um nebulizador corretamente pode fazer diferença na sua saúde e de toda a sua família? Esse aparelho é utilizado no tratamento de doenças respiratórias, como a fibrose cística, asma e doença pulmonar obstrutiva crônica, especialmente em crianças, em idosos e em pessoas com graves problemas de respiração.

Sabendo disso, resolvemos apresentar neste post um tutorial para que você aprenda como utilizá-lo, em quais situações seu uso é recomendado, como o aparelho funciona, seus benefícios e dicas sobre como escolher um modelo apropriado. Se você ficou interessado, continue com a leitura e aprenda como usar um nebulizador!

Afinal, o que é um nebulizador?

Normalmente, o aparelho de nebulizador completo contém uma máscara, o copo nebulizador, o tubo compressor e o próprio compressor. O dispositivo vai administrar e converter os medicamentos líquidos em uma espécie de névoa que, posteriormente, será inalada para tratar doenças respiratórias.

Existem basicamente dois tipos, embora o intuito deles seja o mesmo: transformar o medicamento em partículas finas para que possam ser inalados e absorvidos com mais eficiência. São eles:

  • o mais comum, que é o compressor nebulizador, utiliza o ar comprimido para criar a névoa de nebulização; e

  • o nebulizador ultrassônico, considerado mais recente, que utiliza vibrações de alta frequência para criar uma névoa fina com mais eficácia e rapidez.

Em quais situações a utilização é recomendada?

Como já dissemos, a utilização dos nebulizadores se baseia, principalmente, no tratamento de doenças respiratórias em geral, sobretudo por pacientes que necessitam mais desses cuidados.

É importante mencionar que tanto o uso do medicamento, quanto a inalação, devem sempre ser feitos com a orientação médica, o que garante um tratamento saudável e seguro e ainda evita que problemas mais graves sejam causados.

Qual é a diferença entre um nebulizador e um inalador?

Os dois aparelhos possuem, na prática, a mesma função, que é promover a inalação de remédios até que eles cheguem ao pulmão e penetrem nos brônquios, proporcionando um tratamento rápido e efetivo.

Entretanto, a diferença principal está no tamanho. O inalador é mais prático e menor, podendo ser carregado com facilidade. Já o nebulizador é um aparelho maior e mais pesado, normalmente utilizado em casa.

Como escolher o melhor nebulizador? 

Para escolher um modelo é preciso levar em conta algumas características que tornam um nebulizador melhor que os outros. É recomendado que se opte por um modelo que tenha máscara flexível, de preferência de plástico, para evitar desconfortos, principalmente se o nebulizador for usado por crianças e bebês.

A mangueira é um item necessário porque ela permite melhor manuseio e facilita, inclusive, a inalação. Além disso, para crianças e bebês é aconselhável que o modelo de nebulizador seja silencioso porque evita desconfortos causados pelo barulho, característica que pode ser aplicada também para o uso por parte de adultos.

Um nebulizador que tem reservatório de soro com pequenos copos descartáveis é outro aspecto que deve ser levado em conta uma vez que facilita a limpeza e manutenção do aparelho.

E, por último, um nebulizador que seja ultrassônico é importante porque, como citamos, ele produz uma névoa ainda mais fina que um nebulizador comum. Essa característica é essencial para que o remédio seja inalado com mais facilidade e eficiência, o que garante resultados quase imediatos.

Quais os benefícios de um nebulizador?

Por que optar por um nebulizador? A utilização de um aparelho para inalar medicamentos, por exemplo, é uma forma eficiente de tratar doenças respiratórias, mas ele também possui outros benefícios. Entenda: 

Administração eficaz de medicamentos

O nebulizador é responsável por transformar em vapor, em névoa, medicamentos líquidos. A inalação dessas substâncias está relacionada a uma administração mais eficiente porque o vapor vai direto para o pulmão, aumentando sua eficácia e atuação.

Do contrário, o remédio precisaria ser processado pelo corpo e demoraria mais tempo para chegar ao sistema respiratório. Para casos de asma ou bronquite, por exemplo, é importante que exista essa velocidade no tratamento e nos resultados.

Prevenção e bem-estar

O uso do nebulizador algumas vezes ao dia promove um alívio nas cordas vocais durante momentos de rouquidão, por exemplo, porque as hidrata. Isso evita possíveis desgastes na garganta, que são refletidos na voz. Ele é muito usado, inclusive, por cantores e professores que fazem uso da voz de forma contínua.

Além disso, ao conviver diariamente com a poluição dos grandes centros urbanos, o uso do nebulizador pode prevenir doenças respiratórias e a sensação de secura da garganta. Ou seja, o nebulizador não serve apenas para tratamento de doenças, é um aparelho preventivo também. 

Facilidade de uso

Um dos melhores benefícios do nebulizador é a facilidade de manuseio e de uso do aparelho. Como ele funciona de forma contínua, ou seja, não é preciso que exista um cuidado com pausas durante a respiração e inalação de remédios. Além disso, eles podem ser usados sem critério de idade, são perfeitamente adaptáveis.

Redução de efeitos colaterais

Ingerir medicamentos por via oral é um ato extremamente comum, mas é preciso frisar que essa administração pode gerar efeitos colaterais que são reduzidos por meio do uso do nebulizador.

Dores de cabeça, taquicardia, aumento da pressão arterial e susceptibilidade a infecções são alguns efeitos colaterais que têm seu risco reduzido através da inalação. Além disso, o nebulizador produz uma névoa bem mais fresca do que inaladores, o que previne queimaduras causadas pelo vapor quente.

Quais medicamentos podem ser nebulizados?

Existe uma série de medicamentos que pode ser usado nos nebulizadores, mas é importante que um médico ou um especialista acompanhe o caso e promova todo o direcionamento.

Um dos produtos mais utilizados é o soro fisiológico. Nesse caso, coloca-se o copinho com a quantidade adequada do líquido no aparelho e inicia-se o processo de nebulização com a máscara por cerca de 20 minutos ou até que o medicamento acabe.

É essencial que a pessoa esteja sentada, para não acontecer aspirações de secreções. Além disso, é aconselhável respirar calmamente e, de preferência, com os olhos fechados, para evitar contato com os olhos.

Outros produtos também são utilizados, como os chás de ervas, de eucalipto, de casca de laranja com limão e de camomila. É necessário que a mistura esfrie antes de iniciar a nebulização, evitando queimaduras por altas temperaturas.

É isso aí, agora você já sabe como utilizar um nebulizador e em quais situações o uso é indicado. Não se esqueça de que é imprescindível ter acompanhamento médico para iniciar o tratamento, tudo bem? Dessa forma, você garante o bem-estar, a qualidade de vida e a saúde de toda a sua família.

Gostou do artigo? Então entre em contato com a gente e veja os nossos produtos disponíveis para venda. Até mais!