A dor crônica — aquela que dura mais do que 3 meses — atinge cerca de 37% dos brasileiros, de acordo com dados divulgados pela Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Por isso, empregar algumas dicas de fisioterapia em casa pode ser uma maneira eficaz de lidar com o problema.

Fisioterapia é o nome dado à área da saúde que visa prevenir, diagnosticar e tratar situações envolvendo estruturas como os ossos, tendões, ligamentos e músculos. O maior objetivo é preservar a integridade dos sistemas, fazendo com que eles voltem a ser funcionais e devolvendo a qualidade de vida do paciente, que vai diminuindo com a ocorrência da dor.

Você sofre com dores em algumas regiões como coluna, cotovelos e joelhos? Confira 5 dicas de exercícios que podem aliviar os sintomas e fazer seu dia ser muito mais produtivo. Boa leitura!

1. Cuide dos joelhos

As dores nos joelhos são bastante comuns. Isso se deve ao fato de que tais estruturas recebem boa parte da carga de nosso corpo. Por isso, devemos cuidar deles ou podemos ter nossa mobilidade severamente comprometida.

Um dos exercícios para essa área envolve sentar-se na borda de uma cadeira ou da cama e cruzar os tornozelos. Em seguida, a perna que está por cima é pressionada para que o joelho seja alongado. É importante repetir o exercício pelo menos três vezes seguidas, mantendo o movimento por 10 segundos.

2. Condicione sua coluna

É difícil encontrar alguém que nunca sofreu com as terríveis dores nas costas, não é mesmo? Devido à correria do dia a dia, prestamos cada vez menos atenção na situação de nossa postura enquanto realizamos atividades corriqueiras. A longo prazo, isso é extremamente prejudicial para a coluna.

Por isso, o exercício de pedalar pode ser um bom aliado no tratamento e alívio desse desconforto, alinhando a coluna e preparando-a para o dia que está começando. Ele consiste em pedalar, ao menos 100 vezes, no ar todos os dias ao acordar.

Encosto Lombar Super Coluna Ergonômico Perfetto em Viscoelástico (material NASA)

3. Gire o pescoço e os ombros

Assim como as dores nas costas, o desconforto do pescoço e ombros é causado, na maioria das vezes, por conta da postura inadequada do paciente. Além de fazer os exercícios para a coluna, podemos citar simples e poderosas dicas de fisioterapia em casa para aliviar esses sintomas.

Exercícios bastante eficientes para essas áreas consistem em girá-las, em sentido horário e anti-horário, relaxando o máximo possível a musculatura. O movimento giratório deve ser feito cerca de 10 vezes para cada direção.

4. Alivie a carga dos tornozelos

Os tornozelos estão constantemente suscetíveis a lesões e dores, já que seguram todo o peso corporal do paciente e estão em contato direto com o chão todos os dias. Por isso, cuidar deles é essencial para evitar dores e problemas futuros.

Para fortalecê-los, não é necessário muito esforço. Basta dobrá-los o máximo possível, tanto para baixo quanto para cima, e segurar o movimento por 5 segundos. Repita o movimento cerca de 10 vezes para que a área seja devidamente preparada.

5. Tome conta de seus cotovelos

Por fim, dores nos cotovelos e braços são reclamações corriqueiras. A principal razão para isso é o esforço repetitivo do dia a dia, especialmente para pessoas que trabalham usando excessivamente essa área, como cozinheiros, músicos ou indivíduos que trabalham no computador.

Esticar essa área é importantíssimo e pode ser feito com o auxílio de uma mesa. Basta posicionar a palma da mão sobre a superfície e empurrar o peso para baixo, de encontro a ela. Mantenha o movimento por cerca de 5 segundos e repita-o pelo menos 10 vezes todos os dias.

Uma das razões para o sucesso dos tratamentos fisioterápicos é a frequência. Por isso, é importante realizar os exercícios todos os dias para observar resultados e alívio nas dores.

Viu como é fácil seguir as dicas de fisioterapia em casa? Vale lembrar, no entanto, que esses exercícios não substituem a visita a um fisioterapeuta de confiança. Ele é o único que pode avaliar seu caso da forma adequada e prescrever as atividades necessárias para que você se recupere.

Gostou de nosso artigo? Quer aprender ainda mais? Confira, então, o artigo sobre prevenção de lesões esportivas e saiba como ficar longe delas!