A Lipodistrofia Ginóide é popularmente conhecida como celulite e surge quando há uma mudança causada pelo acúmulo de gordura, toxinas e água nas células. Isso faz com que tais células fiquem endurecidas e cheias, deixando o local com ondulações e nódulos.

Ela está associada à má oxigenação do tecido, alterações hormonais, acúmulo de gordura na camada abaixo da pele, deficiência circulatória e alguns outros fatores. Muitas pessoas se perguntam como tratar celulite, visto que ela pode ser bastante incômoda para algumas mulheres.

A genética e a alimentação desequilibrada são as principais causas da celulite. As pessoas com características hereditárias, como tendência ao aumento da gordura corporal, têm maior chance de ter o problema. Vale ressaltar que alimentos ricos em açúcares e gorduras aumentam a camada adiposa e podem prejudicar a circulação, contribuindo para o aparecimento dessa desordem estética.

Neste post, vamos falar sobre como tratar celulite da melhor forma. Continue a leitura!

Quais as principais causas da celulite?

Assim como o tratamento da celulite é um tema que faz emergir questionamentos, as causas do problema também têm um lugar de destaque nesse sentido. Saber o que faz os indesejáveis furinhos surgirem na pele é essencial para entender o que deve ser modificado na rotina a fim de se livrar ou amenizar a inflamação que atinge o tecido subcutâneo.

Algumas das causas mais conhecidas são as alterações hormonais e a famosa genética. No entanto, existem vários outros motivos que contribuem para que o problema apareça.

Salto alto

Uma das funções da circulação sanguínea e linfática é eliminar as toxinas do corpo. No entanto, com o uso do salto, o músculo da panturrilha fica sobrecarregado e o bombeamento de sangue e fluidos nas pernas fica afetado. Diante disso há um acúmulo de toxinas e gordura, o que leva ao aparecimento dos temidos “furinhos”.

Cigarro

A nicotina e o monóxido de carbono são dois componentes presentes no cigarro que contribuem para a diminuição da espessura dos vasos sanguíneos e da concentração de oxigênio no sangue. Essa combinação, por sua vez, leva a problemas relacionados à circulação, condição que favorece o surgimento da celulite.

Refrigerante

Embora muitas pessoas acreditem que a culpa é do gás presente na bebida, a verdade é que o vilão, nesse caso, é o açúcar adicionado ao produto. Seu excesso gera um aumento das células de gordura, facilitando o aparecimento da celulite.

Café em excesso

A cafeína é considerada um componente diurético, ou seja, causa desidratação do organismo quando o consumo é exagerado. Um corpo nessas condições pode ter a circulação sanguínea prejudicada, o que aumenta a celulite. O ideal é consumir no máximo 2 xícaras por dia e evitar a ingestão combinada com açúcar, álcool e alimentos processados. 

Calça jeans apertada

Peças muito justas prejudicam a circulação e a microcirculação. Por esse motivo, existe uma associação entre o seu uso e o aumento da celulite. No caso das calças, por exemplo, o efeito vai além: favorece o acúmulo de líquido nas regiões do quadril, bumbum e coxas.

Muito tempo na mesma posição

A falta de movimentação afeta a circulação e faz com que o corpo acumule as toxinas e gorduras presentes nas células, o que se transforma em celulite depois. É preciso, portanto, estimular o fluxo sanguíneo, seja mudando de posição, subindo escadas ou mesmo esticando o corpo.

Como tratar celulite?

Assim como o surgimento da celulite não é resultado da ação de um único fator, o tratamento também não. Dessa forma, uma mudança de hábitos é fundamental. Confira, a seguir, quais podem ajudar! 

Beba bastante líquido

Para quem quer acabar com a celulite, é muito importante incluir o consumo de água na rotina. Apenas com esse hábito, é possível observar alterações na aparência da celulite, da pele e de todo o organismo.

Beber bastante água é essencial, pois elimina as toxinas e faz com que os nutrientes cheguem a todo o corpo.

Para ajudar a eliminar o incômodo, os chás e sucos podem ser bons aliados, e ao misturar os dois, fazendo os “suchás”, o resultado pode ser ainda melhor. Podem ser consumidos os chás de hibisco, chá verde, de melancia, abacaxi, melão etc.

Mude os hábitos alimentares

É importante saber o que comer e evitar ingerir alimentos que possam piorar o quadro. Os maiores vilões são os alimentos ricos em açúcares, sódio, frituras e gorduras saturadas. Até mesmo os alimentos que apresentam gorduras boas podem se transformar em gordura trans e saturada quando muito aquecidos.

Dessa fora, é importante mudar os hábitos alimentares. Escolha alimentos que apresentem fibras, como hortaliças, aveia, quinoa e arroz integral. Vale ressaltar que um intestino preso pode refletir em problemas de circulação linfática. Nesse contexto, as fibras são essenciais.

Use meia-calça de compressão

meia-calça de compressão é uma peça que ajuda na circulação das pernas. Em poucas palavras: ela faz uma pressão na região, a qual é responsável por ajudar o sangue a ir dos pés ao coração. Ou seja, a meia, por meio da compressão graduada, melhora o bombeamento que, devido a problemas como estilo de vida com pouco exercício e postura vertical.

Ela massageia os vasos sanguíneos e os músculos das pernas, facilitando o retorno do sangue para o coração. Alguns modelos de meia apresentam cristais bioativos que absorvem o calor do corpo, devolvendo-o em forma de raios infravermelhos. A interação desse raio com o corpo estimula a microcirculação sanguínea, auxiliando no combate à celulite.

Os resultados com o tratamento são vistos em torno de 60 dias de uso consecutivo. A meia deve ficar em contato com a pele por, no mínimo, 6 horas diárias e pode ser usada por baixo das roupas, como uma meia-calça comum. Seus principais benefícios são:

  • alívio do desconforto e inchaço das pernas;
  • prevenção do aparecimento de varizes;
  • prevenção do acúmulo de líquidos;
  • redução dos sinais da celulite;
  • melhora da elasticidade da pele.

Meia-calça Anticelulite Suave Compressão Sheer Sculptor 15-20mmHg Sigvaris

Faça drenagem linfática

A drenagem linfática é um dos tratamentos mais difundidos, e consiste em uma massagem que estimula a eliminação de toxinas e líquidos retidos nos tecidos. Por meio de movimentos leves com as pontas dos dedos, os líquidos acumulados são levados em direção aos gânglios linfáticos e, depois, eliminados do organismo.

Em casos menos graves de celulite, a técnica pode ajudar também a quebrar pequenos nódulos de gordura, já que melhora a circulação do sangue no local.

Agora que você já sabe como tratar celulite, não deixe de consultar também um médico especializado sobretudo em casos mais graves, pois ele saberá indicar o tratamento mais indicado para você.

Gostou de saber mais sobre as causas e possibilidades de tratamento da celulite? Que tal conhecer nossas opções de meias de compressão? Como você viu, elas são um ótimo investimento para melhorar não apenas a questão estética, mas a saúde do sistema circulatório.