É bem provável que você já tenha visto os atletas profissionais utilizando bandagens coloridas, mas não fazia ideia de que existe uma razão funcional para isso. Se pensou que fosse moda ou questão de estilo, errou! Agora você saberá o que é a fita kinésio e qual o objetivo dessa técnica.

Trata-se de um método que foi desenvolvido há décadas, mas que tem ganhado mais notoriedade recentemente, em razão da sua ampla utilização pelos atletas em jogos olímpicos, por exemplo.

Neste artigo, você entenderá o que é a fita kinésio, como funciona, quem pode utilizá-la, em quais casos é indicada e quais os seus benefícios, além de descobrir algumas curiosidades relevantes sobre ela. Confira!

O que é a fita kinésio?

A fita kinésio, também conhecida como bandagem elástica, foi criada na década de 70, pelo quiropraxista japonês Kenzo Kaze. O objetivo dessa técnica é auxiliar no tratamento de lesões nos nervos e tensões musculares.

Por meio da pressão exercida, a bandagem garante suporte aos músculos, às articulações, aos tendões e a ligamentos, além de promover estabilidade e amplitude aos movimentos. A técnica não tem efeito curativo por si só, mas é um recurso que potencializa os resultados dos tratamentos convencionais.

A fita kinésio age no sistema muscular, articular e circulatório e ajuda a tratar diferentes problemas, como dores, tendinite, bursite, fraqueza nos músculos, edemas e demais disfunções neuromusculares, musculoesqueléticas e até linfáticas.

Esse método tem sido bastante empregado por fisioterapeutas para acelerar a regeneração dos tecidos musculares, amenizar dores e facilitar ou inibir determinados movimentos. A capacidade elástica e a pressão constante gerada pela fita permitem que ela forneça estímulo local contínuo, isso diminui a sensação de dor e desconforto.

Em relação aos emplastros e outras bandagens, o diferencial da fita kinésio é que ela não libera nenhum tipo de remédio, seca rapidamente, dura muito tempo sobre a pele e, graças à sua espessura e elasticidade, consegue envolver os tecidos e as articulações com mais precisão.

Quais os benefícios dessa técnica e a quem é indicada?

Essa bandagem é um item versátil e consegue contemplar restrições de movimento e dores no corpo em diferentes regiões. Além disso, o uso pode ser indicado não somente para profissionais do esporte, mas a pacientes de modo geral. A fita kinésio é capaz de contribuir para a recuperação rápida e eficaz deles, de acordo com as necessidades específicas de seu estado, ao tratar dores locais ou debilidades de movimento.

Confira os principais benefícios da utilização da fita kinésio:

  • melhora da postura;

  • estímulo do controle motor;

  • aumento da propriocepção;

  • fortalecimento dos músculos;

  • melhoria na circulação sanguínea;

  • inibição e facilitação de movimentos;

  • aceleração de regeneração de tecidos;

  • correção de desalinhamentos articulares;

  • redução de tensão muscular, dores e edemas;

  • correção do posicionamento articular e da função muscular.

Kit com 3 Fitas Kinesio

Como utilizá-la de forma correta?

O ideal é que a fita kinésio seja aplicada por um profissional da área, já que ele conhece a anatomia humana e pode orientar a melhor forma de uso. Entretanto, o processo é simples, e você também pode colocar em si mesmo, em reaplicações.

Para colocar a fita, é necessário estar com a pele limpa e seca, sem loções, hidratantes ou qualquer outro produto que possa diminuir a aderência e a ação da bandagem. Nunca a coloque em áreas infeccionadas, locais afetados por trombose e feridas abertas, de modo geral.

Para as pessoas que têm uma rotina mais intensa de exercícios físicos, ou mesmo para quem trabalha em tarefas que exigem muito do corpo, a fita apresenta bons resultados antes, durante e depois das atividades. Veja:

  • antes — evita o agravamento de uma dor ou lesão já existente;

  • durante — facilita os movimentos prejudicados;

  • depois — ameniza a tensão causada pelos novos exercícios.

Dependendo da marca e do modelo da bandagem, ela pode permanecer na pele por volta de 5 dias. Você pode, inclusive, praticar esportes na água ou tomar banho sem necessidade de substituir a fita.

Em quais casos ela é indicada?

Apesar de ser amplamente utilizada por atletas profissionais e pessoas que praticam atividades físicas com frequência, uma vez que são mais suscetíveis ao estresse físico, a fita kinésio pode ser aplicada em qualquer pessoa, inclusive algumas versões da bandagem foram criadas especificamente para crianças e idosos.

Entretanto, é importante enfatizar: esse tipo de bandagem não pode ser empregado em algumas situações, como feridas recentes e ainda abertas, infecções sobre a pele, reações alérgicas cutâneas e em pacientes com trombose.

Assim, a fita kinésio é recomendada nos seguintes casos:

  • dores;

  • lesões;

  • dificuldade para dormir;

  • reeducação neuromuscular;

  • alinhamento de tecidos e articulações;

  • trabalho com movimentos repetitivos;

  • prevenção de agravamento de lesões;

  • atenuação de estados agudos inflamatórios;

  • prática de exercícios de alta intensidade.

Como a fita kinésio funciona?

A peça eleva a propriocepção (também conhecida por cinestesia), isso significa que otimiza a capacidade corpórea de identificar a própria localização espacial de cada parte do corpo, seja em posição, seja em orientação.

A propriocepção também capta a intensidade da força exercida pelos músculos, assim o equilíbrio e a postura se mantêm adequados. A bandagem melhora essa capacidade e, com isso, normaliza músculos e retifica posturas incorretas, ao fomentar a ação de receptores espalhados pela pele.

Para isso, a fita pode ser usada por até cinco dias, geralmente o seu uso ocorre entre três e cinco, mas isso também pode variar conforme aspectos da pele do paciente, como a oleosidade dela. Após o período citado, ela precisa ser substituída.

A aplicação muda de acordo com o tratamento, pois alguns aspectos, como área do corpo estimulada, corte, direção, posição e, sobretudo, a tensão da bandagem, proporcionam o efeito desejado de acordo com o tratamento de cada paciente.

Curiosidades importantes sobre a fita kinésio

Essa bandagem pode ser usada normalmente durante o banho. Constituída totalmente de algodão, ela é confeccionada de modo que possa superar a umidade sem problema algum. Por essa razão, pode ser empregada durante banhos, dias chuvosos e demais situações úmidas.

Entretanto, é recomendado evitar a exposição dela ao sol, porque a cola usada na fita é termo-reativa, logo, tal substância pode apresentar efeitos nocivos quando sob elevadas temperaturas. O resultado de uma exposição exagerada da fita ao calor é um aquecimento danoso da pele e dificuldade no momento de retirá-la.

A peça é bastante cômoda sobre a pele, devido à sua alta elasticidade e à textura do algodão, tecido muito confortável. Complementar a isso, ela é hipoalérgica, ou seja, foi composta de maneira a minimizar qualquer chance de alergia. Assim, diferentes pessoas podem usá-la sem receio de ter alguma reação degradável na pele.

Ainda, a pele consegue respirar normalmente quando a bandagem está sobre ela. A fita possibilita a transpiração de modo saudável sem nenhuma obstrução. Isso é muito importante, uma vez que ela costuma ficar por dias no corpo do paciente.

Viu só quantos benefícios? Agora que você entendeu o que é a fita kinésio, sabe que pode contar com mais esse recurso para o alívio de dores, a tensão muscular, as lesões e diversos outros problemas.

Ao procurar por essa bandagem, é possível encontrá-la na Ortoponto. Nossa loja virtual apresenta conjuntos diferentes de fita kinésio para sanar as necessidades musculares de atletas e demais pacientes. Confira alguns kits de fita Kinésio e escolha a opção ideal para você cuidar de dores musculares e nas articulações e melhorar a sua saúde!