A natação é um dos esportes que faz parte dos Jogos Paralímpicos desde a primeira edição do evento, que aconteceu em Roma no ano de 1960. Inicialmente, apenas atletas com lesões medulares participavam das competições, mas com o passar do tempo a natação paralímpica passou a contar com atletas com outras deficiências, fossem elas físicas, visuais ou intelectuais.

As provas, atualmente, são organizadas de acordo com o grau de deficiência dos atletas, obedecendo uma classificação que vai de 1 a 15 e que indica o comprometimento de cada participante. De 0 a 10, por exemplo, são atletas com limitações motoras; de 11 a 13 são pessoas com deficiência visual e, por fim, o 14 corresponde àqueles com deficiência intelectual. Existem 3 tipos de competição: S (nado livre, costas e borboleta), SM (nado medley) e SB (nado peito).

Sabendo da capacidade que o esporte tem de mudar a vida das pessoas, resolvemos listar 4 benefícios da natação paralímpica para pessoas com deficiência. Confira e se convença também das vantagens que esse esporte adaptado carrega.

1. Diminuição do peso

O excesso de peso pode levar ao surgimento de lesões em alguns casos, além de dificultar o deslocamento do indivíduo e comprometer sua autonomia no dia a dia. A natação, nesse sentido, é uma forma de prevenir esses problemas.

Afinal, essa é uma modalidade que movimenta todos os músculos do corpo sem o impacto nas articulações e musculatura que outros esportes apresentam. Para além disso, é considerado um excelente treinamento para o sistema cardiovascular, o que está ligado à melhora do condicionamento físico.

2. Resistência Muscular

Os tipos de nado conhecidos como costas, peito e borboleta ampliam a força dos músculos devido à repetição dos movimentos, os quais trabalham especialmente a região dos braços e ombros. Dessa forma, a resistência gerada pela água durante a execução desses movimentos auxilia no fortalecimento do tônus muscular, além de melhorar a firmeza óssea e reduzir, consequentemente, os riscos de osteoporose.

O esporte também tem um importante papel na melhora da resistência cardíaca e respiratória, pois beneficia a circulação do sangue e fortalece a musculatura intercostal e abdominal, necessárias para uma respiração eficaz.

3. Coordenação e postura

Os principais responsáveis por uma boa postura são os músculos que ficam na região das costas, os quais são fortalecidos na natação paralímpica. Para além disso, o esporte melhora a consciência corporal, o que leva a uma autopercepção mais eficaz sobre a própria postura e coordenação.

O fato de melhorar a resistência respiratória também contribui, já que respiração adequada e postura correta estão interligadas. Afinal, para respirar corretamente é importante estar com a coluna ereta para permitir que os pulmões se expandam totalmente.

4. Bem-estar

A natação é uma modalidade de esporte que possibilita independência e autonomia, proporcionando liberdade ao praticante, já que na água ele deixa de lado o seu meio de locomoção. Dessa forma, a prática tem um benefício terapêutico no sentido de promover bem-estar e elevar a autoestima. Além disso, a imersão reduz as tensões não apenas físicas, mas mentais e nervosas.

Assim como outros esportes, a natação paralímpica tem algumas regras que, embora sejam as mesmas da modalidade convencional, têm algumas alterações. Os interessados na prática devem estar atentos para aspectos como roupas apropriadas para o esporte, possibilidade de solicitar o auxílio de pessoas da equipe dependendo da deficiência e proibição de aparatos para melhorar o desempenho, tais como as próteses.

Gostou de conhecer os benefícios da natação paralímpica? Já tinha imaginado a importância do esporte para pessoas com deficiência? Que tal conhecer alguns atletas paralímpicos para se inspirar?

Cadeiras de rodas