A medição da glicemia é um hábito frequente na vida de quem convive com a diabetes ou hipoglicemia. Por meio dessa medição, é possível descobrir como está a taxa de glicose no sangue e ajustar os hábitos. Sem isso, não é possível verificar se o seu tratamento ou estilo de vida está trazendo resultados positivos. No entanto, para garantir o resultado certo é preciso medir a glicemia corretamente.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas que vão te ajudar. Quer descobrir? É só acompanhar este post!

Qual o passo a passo para medir a glicemia?

É necessário retirar uma gota de sangue do dedo e depositá-la no glicosímetro, o aparelho que faz a aferição do resultado. Para realizar o processo de forma segura, é preciso:

  • lavar bem as mãos e secá-las corretamente;
  • espetar o dedo com a agulha do glicosímetro;
  • encostar a gota de sangue na fita de medição;
  • aguardar alguns segundos até que o resultado fique pronto.

Lembrando que este é o passo a passo mais comum, mas alguns glicosímetros podem funcionar de uma forma diferente. Portanto, o ideal é que você leia as recomendações do fabricante antes de começar a medir a glicemia.

Existem outras recomendações específicas?

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre quantas vezes no dia medir a glicemia e qual o melhor momento. A verdade é que não existe uma frequência ou horários específicos e tudo vai depender do quanto o problema está controlado. O ideal é definir com o médico a melhor frequência e horários.

Em geral, quanto mais descontrolada estiver a diabetes, por exemplo, mais vezes são necessárias ao longo do dia. Períodos de estresse podem descontrolar a glicemia, fazendo com que ela fique mais alta ou mais baixa. Quem tem a doença controlada pode medir com menos frequência.

Outra dica importante é anotar seu histórico de medições. Faça esse acompanhamento, registrando os números, o momento do dia em que foi medido e também as condições — em jejum, após o almoço e assim por diante. Dessa forma, é possível oferecer algumas pistas ao médico, que podem fazer toda a diferença no tratamento. Alguns aparelhos, inclusive, oferecem opção de salvar resultados na memória.

Aparelho medidor de glicose

É necessário investir em um glicosímetro?

É importante que uma pessoa portadora de diabetes ou hipoglicemia invista em um medidor de glicose. Dessa forma, é possível acompanhar esses dados com mais flexibilidade, conforto e segurança.

Além de medir glicemia, alguns medidores de glicose mais modernos podem conectar-se com dispositivos móveis, registrando e enviando os dados coletados com facilidade. Na hora de escolher o seu, considere as seguintes características:

  • quantidade de sangue necessária para fazer a leitura;
  • facilidade para utilizar o aparelho;
  • luz de fundo na tela, já que pode ser necessário medir no escuro;
  • custo das tiras, que devem ser usadas com frequência.

Se você convive com doenças, como a diabetes, não deixe de medir glicemia. Esse é um passo importante para monitorar a saúde, entender como o seu corpo reage ao seu estilo de vida e também aos tratamentos indicados pelo médico. Portanto, não abra mão desse cuidado com a sua saúde!

Que tal conferir o que você precisa para medir sua glicose? Visite o site da Ortoponto e conheça nossas opções!