A cadeira de rodas é um item fundamental para muitas pessoas com deficiência física. Ela garante mobilidade e independência, tornando a vida dessas pessoas mais simples. No entanto, para garantir um bom desempenho e segurança do equipamento, é preciso ficar atento aos cuidados diários e realizar a manutenção sempre que necessário.

O ideal é que você faça uma verificação completa da cadeira a cada 3 ou 4 meses e que tome algumas medidas para manutenção preventiva. Assim, você aumenta a vida útil do equipamento e não corre riscos de quebras e acidentes. A seguir, listamos quais pontos devem ser observados com frequência e quais os cuidados de manutenção na cadeira de rodas que você deve ter. Confira! 

Pontos que devem ser observados

A forma como a manutenção da cadeira de rodas manual deve ser feita pode depender do modelo e frequência de uso do equipamento. Contudo, alguns pontos são universais e devem ser verificados com regularidade em todos os modelos.

1. Rodas e pneus

Verifique se as rodas estão girando com fluidez ou se a cadeira se move levemente mais para a esquerda ou para a direita. Caso note o problema, verifique se a folga e o ângulo da roda estão bem ajustados, permitindo que as duas rodas toquem o chão e girem livremente.

Outro ponto importante são os pneus e câmaras de ar. A pressão e as condições dos pneus deves ser conferidas todos os meses. Mantenha os pneus calibrados com a pressão indicada pelo fabricante, no próprio item ou manual. Pressão demais pode fazer a câmara estourar ou se desgastar inadequadamente. Já muito baixa vai exigir um esforço maior do usuário para se locomover. 

2. Encosto e assento

O encosto e o assento são partes essenciais para garantir o conforto e o posicionamento correto do usuário. Por isso, também precisam de atenção. Verifique a presença de rasgos ou sinais de deterioração e mantenha uma rotina de higienização nos locais. O recomendado é que esses componentes sejam trocados, no máximo, a cada 3 anos.

3. Freios e parafusos

A verificação dos freios deve ser feita semanalmente e é importante que o usuário esteja atento para detectar quaisquer problemas. A eficiência dos freios pode ser prejudicada por peças desajustadas ou colocadas de forma incorreta, além de baixa pressão dos pneus. Também é preciso conferir, a cada 3 ou 4 meses, se todos os parafusos estão firmes e se as peças estão lubrificadas, percebendo se algo está travando ou rangendo.

Dicas de manutenção preventiva

Além de realizar verificações periódicas e procurar um profissional qualificado quando precisar de reparos, alguns cuidados de manutenção periódica também podem preservar a saúde do equipamento. Por exemplo:

  • guarde a cadeira de rodas em local adequado, longe da umidade e da exposição solar excessiva;
  • evite utilizar a cadeira em dias de chuva excessiva, para prevenir a oxidação dos materiais;
  • limpe a cadeira sempre que entrar em contato com areia ou sal;
  • faça a limpeza das superfícies com um pano úmido e álcool;
  • para limpeza das partes de tecido, utilize água morna e sabão neutro e deixe secar à sombra;
  • confira a calibração dos pneus uma vez por semana;
  • use apenas peças originais ou recomendadas pelo fabricante;
  • caso o assento esteja molhado, não guarde a cadeira em local fechado.

A manutenção na cadeira de rodas não é um bicho de sete cabeças. Atentando-se a alguns pontos importantes, você consegue prevenir que o equipamento sofra desgastes, aumentando sua durabilidade e eficiência.

Gostou das dicas? Compartilhe este post e ajude seus amigos na manutenção periódica da cadeira.