A má circulação nas pernas, denominada pelos médicos como doença arterial periférica, acontece quando as artérias dos membros inferiores encontram dificuldade em transportar o sangue, cheio de nutrientes e oxigênio, para as pernas e pés.

O problema pode acontecer por diversos fatores, como obesidade, hábitos sedentários e o próprio envelhecimento do organismo. Para reconhecê-lo, é importante ficar de olho em alguns sinais nas pernas e nos pés que podem identificar algo errado na circulação da região.

Confira, a seguir, os principais sintomas!

1. Dores nas pernas

As dores nos membros inferiores são os primeiros indícios de má circulação. Elas aparecem enquanto estamos caminhando, correndo ou subindo uma escada, quando precisamos de mais sangue para levar nutrientes aos músculos.

Essa dor nas panturrilhas ocorre durante a movimentação e cessa em repouso, podendo ser agravada em períodos de frio intenso, por conta da vasoconstrição, que piora a chegada do sangue ao local necessário.

2. Alterações de cor da pele

Pessoas que apresentam problemas de circulação também sofrem com alterações de cor nas pernas. Nessas situações, os membros frequentemente parecem pálidos quando o indivíduo está deitado ou sentado com os pés elevados.

Já quando os pés estão no chão, tanto eles quanto as pernas, ficam mais escuros, em tons rubros. É comum, ainda, o surgimento de manchas vermelhas ou arroxeadas nos pés e na parte baixa das pernas, que podem, aos poucos, se transformar em úlceras.

3. Sensação de formigamento

A sensação de formigamento e dormência é outro sintoma bastante comum nesses pacientes. A circulação fraca, quando apresenta dificuldades para chegar às extremidades, provoca a sensação de agulhadas nessas áreas.

Além disso, a circulação lenta afeta a temperatura corporal das mãos e dos pés, deixando-os mais frios do que o restante do corpo.

4. Cansaço e peso nas pernas

A má circulação implica menos fornecimento de energia para os músculos e mais esforço do coração para manter o sangue circulando. Por isso, é comum sentir-se cansado e notar dificuldades para longas caminhadas e exercícios que exigem empenho físico.

A sensação de peso nas pernas também é comum e costuma aparecer ao final do dia, podendo ou não estar acompanhada de veias varicosas, inchadas e dilatadas ou de varizes aparentes.

5. Inchaço

Por fim, o inchaço, ou edema, é outro sintoma que pode indicar a má circulação sanguínea nas pernas. Com a chegada insuficiente de sangue nas extremidades, nosso organismo tenta reduzir a descompensação por meio do acúmulo de líquidos, resultando nos inchaços.

O problema costuma acontecer, principalmente, nos tornozelos e pés ao final do dia, voltando ao normal pela manhã.

A má circulação nas pernas pode ser notada por um conjunto de sintomas na área, como dores, formigamento e cansaço. Ao notar o problema, é importante procurar um médico e realizar exames para obter um diagnóstico preciso.

Alguns hábitos, contudo, podem impulsionar a circulação naturalmente, como realizar exercícios físicos regulares, manter uma boa alimentação e parar de fumar. Por isso, procure adotar tais atitudes para reduzir a má circulação nas pernas.

Gostou do post? Então siga nossa página no Facebook e confira outros artigos como este!