A prática de atividades físicas é fundamental para ter uma vida saudável. Entre os benefícios provocados pelo exercício está o bem-estar físico — pois ele resulta em perda de peso e melhora o tônus muscular — e o bem-estar mental, pois libera endorfina, substância que gera prazer durante e após a prática.

Assim, evitar lesões causadas por exercícios físicos é uma preocupação que deve ser constante durante a prática. Afinal, algo tão benéfico para a sua vida pode se transformar em uma fonte de dores e problemas se executado de maneira inadequada. 

Por esse motivo, o acompanhamento por um profissional qualificado é indispensável para evitar lesões — as quais podem afetar qualquer praticante. Quer conhecer os 4 tipos de machucados mais comuns causados por exercícios físicos? 

Continue a leitura e confira!

1. Distensão muscular

Essa lesão ocorre devido a um esforço excessivo realizado por um músculo — quando você exagera nos pesos, por exemplo. Entre as formas de distensão muscular estão o estiramento, a ruptura das fibras musculares e o rompimento parcial ou completo da ligação entre o músculo e o tendão.

Realizar alongamentos antes de todos os exercícios é uma boa maneira de prevenir as distensões. Se você já foi afetado por essa lesão, é necessário muito repouso, elevação do membro lesionado, bolsas de gelo no local e compressão para evitar a circulação sanguínea e a formação de edemas.

Esses cuidados devem ser passados por um médico especialista, que poderá prescrever também tratamentos de reabilitação — como fisioterapia —, conforme a gravidade do seu caso.

2. Tendinite

Causada graças a uma inflamação no tendão, a tendinite é desenvolvida por meio do excesso de repetições de um movimento — doença conhecida como LER, Lesão por Esforço Repetitivo.

Ela é muito comum em jogadores profissionais de basquete e futebol — que sofrem de tendinite nos pés e nas pernas —, assim como atletas da natação, sujeitos a tendinites nos ombros e braços.

Para tratar, é preciso realizar muitas sessões de fisioterapia e fazer o uso de anti-inflamatórios, tratamentos que devem ser prescritos pelo seu médico. Caso um tendão inflamado seja forçado de forma inadequada, ele poderá romper. Nessas situações, é necessário imobilizar o local ou realizar uma cirurgia para a correção do tendão.

Tala para Punho Ortopédica Comfort Air Hidrolight com Sistema de Ventilação

3. Ruptura de ligamentos e tendões

A ruptura de ligamentos e tendões é provocada por uma distensão severa nessa estrutura, causada por movimentos bruscos, traumas ou até por um passo em falso que força a articulação. Essas são as lesões causadas por exercícios físicos mais comuns e as regiões mais frequentemente afetadas são os tornozelos e os joelhos.

Para a recuperação, o local deve ser imobilizado. A utilização de compressas de gelo e anti-inflamatórios podem ajudar na fase aguda ou inicial da lesão. Procure sempre um médico para que o seu caso seja avaliado e para que ele tome as melhores decisões.

4. Lombalgia

Essa é uma dor muito frequente nos praticantes de atividades físicas. Entre as causas dessas lesões na lombar estão o levantamento incorreto de pesos durante a musculação e os traumas causados pelas práticas esportivas.

Por esse motivo, é importante destacar a relevância do acompanhamento profissional na realização das atividades físicas. Ele saberá a melhor maneira de executar um exercício e orientará corretamente para que você tenha o melhor desempenho sem se machucar.

Conhecer os seus limites e respeitá-los, agindo sempre com prudência, é indispensável. Assim, aquecer-se e realizar alongamentos antes e depois de cada atividade realizada são boas opções para prevenir as lesões causadas por exercícios.

Portanto, é possível atingir os seus objetivos por meio da prática esportiva sem lesionar-se — inconveniente que pode trazer limitações e até impossibilitar a realização das atividades. Todavia, tomando todos os cuidados necessários, a chance de sofrer lesões causadas por exercícios físicos é bem menor.

Gostou do nosso artigo? Então você certamente gostará de saber mais sobre quando é possível voltar a praticar exercícios após uma lesão! Não perca!