“Puxe a perna direita. Troque de lado e puxe a perna esquerda. Agora é a vez dos braços!” — essa é uma das sequências mais famosas de exercícios de alongamento. Você, provavelmente, já deve ter feito algo parecido com isso ao longo da sua vida, seja na escola, na academia ou em algum parque. Mas, afinal, o que é alongamento e por que é necessário alongar o corpo?

Exercícios de alongamento são atividades focadas na flexibilidade e mobilidade dos músculos e das articulações. A prática de alongar-se é importante para proteger-se do encurtamento dos músculos, para melhorar a amplitude dos movimentos e para evitar lesões e dores durante ou após a atividade física.

Muitas pessoas acreditam que o alongamento deve ser feito apenas por quem faz algum tipo de treinamento físico. Porém, o recomendado é alongar o corpo depois qualquer atividade, mesmo que ela seja rotineira, como andar no supermercado ou ir de bicicleta para a faculdade.

Quer saber mais sobre exercícios de alongamento e sobre como praticá-los sem sair de casa? Continue a leitura e torne-se uma pessoa com mais flexibilidade corporal!

Benefícios dos exercícios de alongamento

Os músculos são fibras que, ao contrair e relaxar, executam a movimentação dos ossos e, consequentemente, dos membros do corpo. Os exercícios de alongamento são capazes de aumentar a capacidade de relaxamento e contração dessas fibras, tornando determinado membro mais flexível. 

Por melhorar a mobilidade articular e muscular, o ato de alongar-se promove melhoria do alinhamento da postura, prevenindo dores na coluna e doenças ortopédicas. Outros benefícios são maior sensação de relaxamento, melhor condicionamento físico e mais qualidade de vida.

Quando fazer o alongamento

Muitas pessoas se questionam se o alongamento deve ser feito antes ou depois do treino. De acordo com profissionais de Educação Física, a melhor estratégia é alongar apenas depois do treino.

Ao realizar um alongamento, as fibras dos músculos são estiradas e são levemente rompidas. Se esses rompimentos forem causados antes da atividade física, perde-se força durante o treino e facilita-se o surgimento de lesões.

Por outro lado, se o alongamento for feito após o treino, evitam-se as doloridas câimbras.

Cuidados ao alongar

Fazer alongamentos em casa e sem a supervisão de um profissional pode ser bastante perigoso. Para evitar lesões e certificar-se que o movimento feito está correto, é preciso tomar alguns cuidados. 

Se a pessoa estiver se recuperando de alguma lesão, deve-se consultar um fisioterapeuta para descobrir quais movimentos são permitidos. Além disso, pessoas que sofrem de deficiência de cálcio também devem ser cautelosas para que os alongamentos não danifiquem os ossos.

Por fim, tornar-se flexível é um processo que leva tempo. Assim, é importante respeitar os limites corporais e nunca forçar um movimento ou posição. Ao sentir dor, a prática deve ser interrompida e um médico especializado precisa ser consultado.

Tapete EVA para Exercício Ioga Pilates e Atividade Física em Geral Hidrolight

Exercícios para fazer em casa

Os alongamentos mais fáceis para se realizar em casa são os estáticos. Confira alguns exemplos:

Alongamento das costas

Deite-se de barriga para cima em um colchonete. Dobre as pernas e abrace os joelhos contra o peito. Balance levemente o corpo de um lado para o outro, massageando as costas e a lombar por um minuto. 

Alongamento das pernas

Sente-se no chão com uma perna estendida e outra flexionada. Incline o tronco para frente e tente alcançar o pé da perna esticada. Se você não alcançar o pé, não force o movimento e estique-se até onde conseguir. Fique nessa posição por 30 segundos. Repita o exercício com a outra perna.

Alongamento do pescoço

Coloque uma das mãos ao lado da cabeça e puxe-a, tentando encostar a orelha no ombro. Mantenha-se nessa posição por 30 segundos e repita o movimento para o outro lado. 

Alongar o corpo diariamente traz incontáveis benefícios para a saúde e bem-estar da pessoa, como melhora da flexibilidade física e maior consciência corporal. Contudo, é preciso saber qual é o melhor tipo de alongamento para cada caso. Os exercícios podem variar de acordo com a idade da pessoa, o tempo de prática ou a existência de lesões prévias.

Gostou deste conteúdo? Aproveite e compartilhe com seus amigos para que eles também saibam mais sobre exercícios de alongamento!