Muitas pessoas já trabalhavam em casa, porém com a pandemia da Covid-19 diversas empresas passaram a exercer suas atividades remotamente para continuar movimentando a economia sem disseminar o vírus.

A partir de então, o tema ergonomia no home office entrou em alta. Isso se deve à necessidade de ajustar o ambiente doméstico para um escritório, a fim de que o trabalhador tenha conforto e segurança adequados ao realizar suas tarefas.

Abaixo, veja algumas dicas para ter mais ergonomia no trabalho em casa.

4 dicas para melhorar a ergonomia no home office

A tendência é que o home office permaneça em alta e seja adotado por muitas empresas mesmo depois da pandemia. Entretanto, muitas pessoas ainda não têm as mobílias apropriadas em suas residências. Por isso, é essencial conhecer sobre a ergonomia para garantir conforto e bem-estar nas atividades laborais. Confira as dicas a seguir!

Procure ambientes arejados, iluminados e sem ruídos

Antes de iniciar as atividades, é imprescindível buscar um ambiente tranquilo. Deve-se atentar a pontos como iluminação, ruídos e ventilação no local. A iluminação deve alcançar todo o ambiente, mas não pode ofuscar a tela do computador ou fazer sombras que causem incômodo e cansaço nos olhos. 

Outro item que merece atenção é a ventilação: deve-se buscar por um lugar com janela, para que haja circulação de ar. Caso o ambiente não tenha ventilação natural, opte por um ventilador ou ar-condicionado.

Os ruídos podem dificultar a concentração e a produtividade no trabalho ou até mesmo elevar os níveis de estresse. A longo prazo, isso causa dor de cabeça e ansiedade, reduzindo a sua qualidade de vida.

Fique atento ao posicionamento da mobília

É recomendado que o monitor fique a uma distância de 50 a 75 cm dos olhos (o equivalente ao comprimento de um braço), com inclinação de 10° a 20° em relação à mesa, para que não canse a vista. Deve-se sempre manter a tela na altura dos olhos, assim você evita dores no pescoço.

A cadeira deve ser ajustada de forma que joelhos, quadris e cotovelos formem um ângulo de 90°. A mesa precisa ter espaço suficiente para joelhos, coxas e pés. A altura ideal da superfície é de 65 cm para uma pessoa de 1,60 cm.

Encontre uma posição confortável

Fique atento à sua postura ao longo do dia, mantendo as costas eretas ao sentar na cadeira e os pulsos retos. As coxas precisam ficar totalmente apoiadas no assento, para que não prendam a circulação. Além disso, as plantas dos pés devem encostar completamente no chão.

Recomenda-se também o uso de cadeiras que tenham apoio para o antebraço, dessa forma você evita dores e tensionamentos. Alguns modelos apresentam regulagem na altura, para que possam se adequar conforme a necessidade de cada pessoa.

Para melhorar ainda mais a ergonomia no home office, você também pode investir em apoios de pescoço, evitando torcicolos. Outros itens que aumentam o seu bem-estar são acessórios como encostos e almofadas ergonômicas (caso sua mobília não tenha essa funcionalidade).

Almofadas ortopédicas

Faça pausas e alongamentos

Os momentos de intervalo são importantes não somente quando o objetivo é descansar a mente e se preparar para a nova atividade: trata-se de algo fundamental para cuidar da circulação sanguínea e musculatura.

Por isso, reserve pequenas pausas conforme sua carga horária para beber água, tomar um café ou fazer um lanche. Aproveite esse momento para fazer uma caminhada pela casa, além de alongamentos para braços, costas e pernas.

As dicas apresentadas neste artigo são importantes para que você tenha qualidade de vida e bem-estar no trabalho. Vale lembrar que a falta de ergonomia no home office pode acarretar uma série de problemas de saúde, principalmente a LER (Lesão por Esforço Repetitivo), que desencadeia outras doenças como tendinite e bursite.

Gostou do artigo? Entre em contato conosco para tirar suas dúvidas ou conhecer nossos produtos que oferecem o conforto ideal para o seu trabalho em casa!