A hipertensão é uma doença caracterizada pelo aumento dos níveis de pressão sanguínea nas artérias. Isso faz com que o coração precise exercer um esforço a mais para bombear o sangue e atinge uma em cada quatro pessoas no Brasil. A melhor forma de diagnosticar o quadro é fazendo a aferição. Portanto, é fundamental saber como medir a pressão arterial.

Tem muitas dúvidas sobre o assunto? Então, continue a leitura e descubra a forma correta de fazer a medição, além dos cuidados que o momento exige!

É preciso algum cuidado antes de aferir a pressão?

É comum que se pense que medir a pressão não requer nenhum preparo, mas esse pensamento está equivocado. Situações simples, como realizar esforços físicos, provocam um aumento artificial nos níveis registrados.

Existem diretrizes que mencionam alguns cuidados quanto ao procedimento de aferição. Trata-se de recomendações válidas, especialmente, para profissionais da saúde, mas que já indicam a necessidade de um preparo. Confira alguns:

  • estar sentado e calmo por, no mínimo, cinco minutos antes da medição;
  • não realizar esforço físico, ingerir cafeína ou fumar nos 30 minutos anteriores;
  • não realizar a medição com vontade de urinar.

Como medir a pressão arterial com aparelho manual e automático?

Existem esfigmomanômetros de dois tipos: manuais e automáticos. Os eletrônicos são os mais indicados, tanto pela facilidade de manuseio quanto pela possibilidade de serem utilizados pela própria pessoa — ao contrário do mecânico, que requer alguém para ajudar. Cada modelo, apesar de pontos em comum (como melhor horário e posição da braçadeira), tem algumas especificidades.

Aparelho manual/mecânico

A pessoa deve estar sentada, com os pés encostados no chão e a coluna apoiada. Em seguida, é importante que estique os braços na altura do coração, apoiando-os em uma mesa. Após isso:

  • tente sentir o pulso na dobra do braço, com a ajuda da cabeça do estetoscópio;
  • cuidando para que o fio da braçadeira fique por cima do braço, aperte a braçadeira do aparelho entre dois e três centímetros acima da dobra do braço;
  • com o estetoscópio no ouvido, feche a válvula e encha a braçadeira até não ouvir mais sons (ou até 180 mmHg);
  • abra a válvula com calma e cuide do manômetro. Ao ouvir algum som, registre a pressão indicada, que é o primeiro valor;
  • continue esvaziando a braçadeira e, quando deixar de ouvir o som, registre a pressão indicada (o segundo valor);
  • junte os dois valores — por exemplo: 130 mmHg e depois 70 mmHg. Nesse caso, a pressão arterial será 13×7.

Aparelho automático/eletrônico

A posição e o apoio do braço são pontos em comum entre os dois aparelhos. Portanto, a instrução acima deve ser seguida também na medição feita com o equipamento automático. Após esse cuidado, os próximos passos são:

  • colocar o aparelho no pulso;
  • deixar o monitor virado para dentro e ficar com a palma da mão para cima;
  • ligar o botão;
  • após o sinal sonoro, verificar os números informados no display, bem como a medida de frequência cardíaca.

Esses modelos geralmente apresentam três dígitos. Portanto, 116 por 90 mmHg significa 11,6 x 9, por exemplo.

Por fim, os aparelhos costumam vir com manual de instruções. Neles, existem orientações e dicas próprias para cada modelo e marca.

Qual é o melhor local para medir a pressão arterial?

Segundo a 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão, o melhor lugar é o braço. No entanto, a aferição deve ser feita nos membros inferiores diante de suspeitas de coarctação da aorta — mas somente por profissionais, visto que requer um manguito apropriado.

Fora esse caso, o ideal é medir no braço e pela manhã. Por ser comum haver diferença entre a pressão do lado esquerdo e direito, pode ser interessante aferir sempre no mesmo local, para facilitar o controle.

Saber como medir a pressão arterial é importante para um maior conhecimento dos níveis de pressão e diagnósticos precoces. Nesse sentido, deve-se conhecer também os valores. Caso o assunto seja novo para você, é válido saber que a Associação Americana do Coração definiu como normal a pressão menor do que 12×8 e hipertensão estágio 2 a maior do que 14×9, entre outras categorias.

Compreendeu a importância de medir a pressão e ficou com vontade de ter um aparelho em casa? Então, confira nossas opções!