A febre é uma reação do corpo humano a uma situação anormal, que pode ser a invasão de um agente externo — como vírus e bactérias — ou até mesmo uma doença nos órgãos internos. Com a pandemia causada pela Covid-19, a aferição da temperatura corporal e a identificação da febre tornou-se um hábito na rotina de todos. Assim, um protagonista desse período tem sido o termômetro infravermelho.

O produto é capaz de medir a temperatura à distância, analisando as ondas infravermelhas. Desta forma, não há contato físico, o que diminui chances de contaminação. Quer entender mais sobre como funciona o termômetro infravermelho? Explicamos a seguir!

Como funciona o termômetro infravermelho?

Todo corpo aquecido emite ondas de infravermelho — que são ondas associadas ao calor. O termômetro infravermelho funciona captando essa radiação, convertendo a energia térmica em energia elétrica e determinando a temperatura do que foi medido.

Esse processo pode ser realizado em pessoas ou objetos. Portanto, o termômetro infravermelho tem essa dupla função. Outra característica desse tipo de termômetro é a sua capacidade de medir a temperatura à distância. Isso graças ao seu laser, que pode identificar com precisão o objeto que será medido.

A terceira característica mais marcante do termômetro infravermelho é a agilidade com que ele é capaz de entregar o resultado. Ele indica a temperatura assim que o laser é apontado para a pessoa ou objeto a ser medido, diferente de outros tipos de termômetros, que podem levar alguns segundos ou até minutos para entregar o resultado.

Qual a maneira correta de usar o termômetro infravermelho?

A maior parte dos termômetros infravermelhos fazem a medição pela testa, mas alguns também podem aferir pelo ouvido. É importante verificar a distância entre o aparelho e a testa recomendada pelo fabricante. Caso contrário, é possível que a medição da temperatura não seja exata.

Também é importante que o termômetro fique posicionado em um ângulo reto, em relação à pessoa — ou objeto — que estiver medindo. Outro ponto importante é que a região da testa esteja limpa, livre de suor, cabelos ou sujeira.

O termômetro infravermelho é uma ótima opção para medir a temperatura em crianças, já que não é preciso passar alguns minutos com o objeto encostado na pele. Além disso, é possível medir a temperatura da criança dormindo, sem a necessidade de tocá-la.

Como escolher um termômetro infravermelho?

O funcionamento base do termômetro infravermelho é sempre o mesmo. O que muda é a qualidade do produto — que só pode ser garantida caso ele seja registrado pela Anvisa — e alguns recursos adicionais, que podem acompanhar o produto.

Alguns modelos são mais simples e outros mais modernos, com luz de fundo, opção de graus Celsius ou Fahrenheit e, até mesmo, memória para registrar as últimas medições. Na hora de escolher também é importante optar por uma empresa confiável, que garanta a procedência e originalidade do termômetro.

Agora que você já sabe como funciona o termômetro infravermelho, deve ter percebido que ele é uma excelente opção para se ter em casa. Além de prático, ele é muito seguro e higiênico.

E que tal garantir o seu termômetro infravermelho? Conheça o modelo profissional da Supermedy no site da Ortoponto!

Termômetro infravermelho sem contato