Ter uma boa noite de sono é fundamental para conquistar mais qualidade de vida e conseguir encarar seus dias com bom humor. Mas, para quem sofre com problemas de coluna e dores frequentes, a hora de dormir pode se tornar um pesadelo. Para resolver o problema, é preciso escolher um bom travesseiro para coluna.

Ele deve ser capaz de auxiliar no alívio das dores e recuperação de desvios. Dormir com um travesseiro inadequado pode provocar ainda mais dores na coluna, além de dor de cabeça, adormecimento dos braços e mãos e insônia.

Na hora de escolher o seu, é preciso levar em conta a forma como você dorme, a altura, densidade e o material do produto. Quer descobrir como escolher a melhor opção e o que avaliar? Confira na leitura.

Modo de dormir

O travesseiro precisa contornar o corpo, distribuindo de forma uniforme o peso na coluna vertebral e pescoço. É preciso que ele dê o apoio nos lugares certos para não criar sobrecargas e dores. A forma como você dorme influencia diretamente no tipo de travesseiro que deve ser adquirido. Isso porque é preciso que ele preencha o espaço entre a sua cabeça e o colchão.

De lado

Dormir de lado é a forma mais indicada pelos especialistas. Essa posição garante que sua coluna fique totalmente alinhada e possa se recuperar dos desvios e contraturas musculares causadas ao longo do dia. Quem dorme dessa forma deve escolher modelos mais altos, que correspondam à largura dos ombros, formando um ângulo de 90° entre eles e a cabeça. Também é indicado utilizar outro travesseiro, entre os joelhos, para diminuir o atrito entre as articulações.

De costas

Já quem dorme de barriga para cima deve optar por um travesseiro baixo ou médio, que preencha o espaço entre a cervical e a nuca, evitando a hiperflexão do pescoço. É indicado, também, utilizar um segundo travesseiro embaixo dos joelhos para proporcionar relaxamento e apoio a lombar.

De bruços

Os especialistas não recomendam dormir com a barriga para baixo. Isso porque essa posição prejudica a coluna cervical e força a musculatura do pescoço. No entanto, se você não conseguir dormir em outra posição, o indicado é escolher modelos mais baixos. O segundo travesseiro deve ser utilizado embaixo do abdômen, na altura da curvatura da coluna.

Altura e Densidade

A densidade é a relação entre a massa e o volume de um objeto. É ela que determina se o travesseiro é mais firme, duro ou maleável. Pessoas que sofrem com degenerações de disco vertebral, como discopatias, protusões e hérnias, devem escolher modelos mais firmes com altura entre 10 e 15 cm. Os travesseiros ortopédicos são os mais indicados pois apresentam peso e densidade maiores, mantendo a coluna na posição correta e facilitando o encaixe da cabeça.

Travesseiro ortopédico magnético

Material do travesseiro

Por fim, é preciso considerar o material utilizado no enchimento do travesseiro. Penas e plumas não são indicadas pois apresentam baixa densidade e deformam quando apoiamos a cabeça.

No caso dos ortopédicos, os principais materiais são o látex e o viscoelástico, conhecido como travesseiro da Nasa. O primeiro é mais firme e não cede ao apoiar a cabeça. Já o segundo apresenta uma tecnologia única que se molda ao formato da cabeça, mantendo a coluna alinhada durante toda a noite. 

É importante avaliar bem e pensar no melhor travesseiro para coluna quando for fazer sua compra. Os modelos ortopédicos são ótimas opções e garantem uma boa noite de descanso e relaxamento.

Na hora de comprar, conte com a Ortoponto! Somos uma loja online que atua no segmento de produtos ortopédicos há quase 20 anos e contamos com opções de excelente qualidade. Conheça nossas opções de travesseiros e escolha o melhor para você!