Neste post vamos apresentar algumas causas da fibromialgia. Essa doença ocasiona transtornos seríssimos no dia a dia de muitas pessoas, pois ataca partes do corpo e impede a movimentação necessária em atividades diárias.

Você ficará ciente de certos sintomas que se disfarçam, uma vez que conhecê-los é o princípio para tomar a iniciativa e buscar orientação médica. Com um tratamento bem-acompanhado, é possível ter menos sofrimento e melhor qualidade de vida.

Para saber mais sobre a fibromialgia, continue acompanhando este artigo!

Descubra o que é fibromialgia

A fibromialgia é uma síndrome multissistêmica que apresenta dores em todos os sistemas do corpo e não tem cura. Atinge, sobretudo, as mulheres. Esse mal não é detectável por meio de exames laboratoriais. Seu diagnóstico é feito pela análise dos pontos de dor e dos sintomas apresentados.

Saiba as partes do corpo mais afetadas pela doença

Esse mal impacta partes do corpo assim impedindo movimentos simples. São acometidos, principalmente, cotovelos, coluna torácica, coluna cervical, nádegas, bacia, joelhos, entre outras áreas. Por estarem relacionadas a comprometimentos neurológicos, as dores dessa síndrome são crônicas.

Conheça as causas da fibromialgia

A genética, doenças autoimunes, infecções por vírus, distúrbios do sono, sedentarismo, depressão, entre outras causas, podem ser responsáveis pelo surgimento dessa patologia. As alterações em neurotransmissores no sistema nervoso central e o tamanho e a forma das regiões do cérebro são possíveis razões das dores intensas.

Veja quais são os principais sintomas dela

Quem tem fibromialgia apresenta dores persistentes que são sentidas em todo o corpo. Dores na coluna vertebral e na coluna torácica, fadiga frequente, enxaqueca, problemas de memória e concentração, diarreia ou prisão de ventre constante, suor excessivo, entre outros, são alguns dos sinais.

Entenda como tratar a fibromialgia

É uma síndrome que não tem cura. O tratamento pode ser acompanhado por médicos reumatologista e psiquiatra que medicam quando necessário. Outra forma de tratar é procurar recursos que possam contribuir para uma vida menos sofrida, como fisioterapia 2 a 3 vezes na semana, leves exercícios físicos para alongar e fortalecer os músculos, técnicas de massagens e outros métodos.

Produtos ortopédicos

Perceba a importância de buscar ajuda médica

Após sentir dores frequentes e intensas, como as citadas acima, é hora de procurar um profissional para diagnosticar o problema. O reumatologista é o mais indicado. Por meio de avaliação física e sintomas apresentados pelo paciente, que relata dores severas por tempo prolongado, é possível detectar a presença dessa enfermidade, normalmente não descoberta por exames laboratoriais.

Você obteve conhecimento das causas da fibromialgia, e isso é importante para que a doença seja diagnosticada, pois descobri-la é o caminho para que os sintomas sejam amenizados com tratamentos adequados. Mesmo tendo fibromialgia, a pessoa pode levar uma vida com uma diversidade de atividades que dão prazer e proporcionam uma qualidade de vida para viver no convívio dos familiares e amigos.

Gostou deste post? Então entenda também o que é e qual o tratamento para incontinência urinária.