Você já pensou no quanto os membros inferiores são importantes para a nossa mobilidade? É provável que essa questão só tenha feito — ou faça — sentido na sua vida diante de situações que envolvem pequenos acidentes, os quais resultam em alguma lesão ou luxação, por exemplo. E é justamente nesses casos que a bota ortopédica surge como uma aliada.

O dispositivo, que fornece proteção, suporte e imobilização para os pés, tornozelos e panturrilha, é uma opção confortável para quem está tratando algum problema ortopédico. Quer saber mais sobre ele? Então é só continuar a leitura!

O que é uma bota ortopédica?

Chamada também de bota imobilizadora, é um acessório indicado para imobilização da região que engloba os pés, tornozelos e panturrilha. Ela apresenta um forro com talas e alças responsáveis por envolver e amortecer essas áreas do corpo. Além disso, traz uma estrutura rígida que ajuda a restringir o movimento na parte inferior da perna.

Essa rigidez e proteção da região fica por conta do material com o qual é feito o corpo da bota, que é um plástico bem firme. Quanto ao encaixe, um sistema de fechamento ajustável garante que diferentes pessoas possam fazer uso.

Quando é indicada?

É comum que se faça uma associação entre bota ortopédica e tratamento de fraturas. Contudo, a indicação é mais ampla. Confira alguns exemplos de problemas para os quais ortopedistas costumam prescrever seu uso:

  • dores no calcanhar;
  • dores nos pés;
  • fraturas;
  • luxações;
  • tendinite;
  • entorses;
  • pós-operatório.

Outra possibilidade de uso é em casos posteriores a um acidente vascular cerebral (AVC) ou lesões neurológicas. A bota, nessas situações, ajuda a posicionar o pé e o tornozelo, pois a tendência é que fiquem caídos.

O dispositivo, portanto, mantém a articulação do tornozelo em uma posição neutra de 90º, o que evita deformidades.

Qual a diferença entre a bota ortopédica e o gesso?

Antes de esclarecermos a diferença especificamente, vamos pensar em alguém que sofre uma fratura grave e a lesão requer uma imobilização completa. Caso o membro precise ficar completamente imóvel até o fim do tratamento, o gesso é a melhor opção.

Entretanto, se essa não for uma necessidade, ele pode ser trocado, após um período, por uma bota ortopédica. Essa substituição traz mais praticidade e conforto especialmente por permitir a remoção, facilitando a higiene, por exemplo.

A escolha entre uma opção ou outra é feita pelo médico. Geralmente, com exceção dos casos que requerem um grau de imobilização maior, a bota é a mais indicada. Afinal, ao contrário do gesso, que não permite tanta circulação de ar e costuma ser incômodo, ela é mais agradável de usar e possibilita a retirada, o que pode ser útil inclusive para quem precisa também de um tratamento fisioterapêutico.

Em resumo, o gesso oferece um grau de imobilidade maior e é um importante aliado para casos em que a remoção da bota resultaria em complicações. A bota ortopédica, por sua vez, garante mais conforto e praticidade, pois pode ser removida quando necessário.

BOTA ORTOPÉDICA

Como escolher?

O mercado apresenta muitas marcas disponíveis, o que acaba gerando algumas dúvidas no momento da escolha. O principal é entender que todas exercem a mesma função. Ou seja, têm as características mencionadas acima.

É comum que os médicos comentem sobre uma ou outra especificamente, mas isso não significa que o produto em si apresente algo além daquilo a que se propõe. Sabendo disso, o próximo passo é escolher entre a versão longa ou curta.

A bota ortopédica longa é ideal para fraturas mais complexas, distantes do tornozelo. É indicada também para o pós-operatório de lesões como rupturas de ligamentos e tendões. Já a opção curta se mostra uma alternativa para fraturas menos complexas e entorses de grau leve e moderado.

Assim como a bota ortopédica, que é caracterizada pela praticidade, o processo de compra também tem essa particularidade. O motivo é simples: ele pode ser realizado online. Assim, é possível escolher o modelo que atende suas necessidades sem precisar sair de casa.

Achou interessante? Então aproveite para conhecer os nossos modelos!