Mediante o cenário de crise instaurado pela pandemia da Covid-19, aumentar a imunidade é uma das medidas mais relevantes para preparar o organismo e resistir a um eventual contágio pelo coronavírus. Por isso, faz-se necessário buscar alternativas para fortalecer o sistema imune e manter a saúde em dia.

Nessa perspectiva, vamos explicar a importância de aumentar a imunidade durante este momento de pandemia. Veja como é possível — com a adoção de práticas rotineiras e cuidados simples — aumentar as chances de controlar os sintomas e evitar a evolução da doença, caso seja contaminado. Boa leitura!

Por que aumentar a imunidade nesse momento de pandemia?

O sistema de defesa humano funciona de modo complexo e depende da influência de diferentes fatores. Questões ambientais, genéticas, herança familiar e o estilo de vida são preponderantes na determinação da capacidade imunológica. Além disso, a faixa etária também afeta bastante, pois, com o avanço da idade, a tendência é a defesa do organismo enfraquecer.

Nesse contexto de pandemia, é necessário evitar aspectos que comprometem a imunidade e aumentam a exposição a doenças virais e infecciosas, que causam dificuldades respiratórias. Logo, convém não ter contato com situações estressantes nem apresentar desequilíbrios emocionais e preocupações nocivas ao sono, por exemplo.

O estilo de vida também impacta a defesa imunológica: controlar hábitos como o consumo de álcool, tabagismo e sedentarismo é primordial. Vale destacar que a imunidade alta não impede o contágio pelo novo coronavírus, mas é de extrema importância para auxiliar a impedir as complicações associadas à doença.

Como aumentar a imunidade?

Listamos algumas maneiras de aumentar a imunidade e auxiliar o organismo. Veja quais são!

Evitar o estresse excessivo

O estresse é gerado por um hormônio (o cortisol), cuja uma das características é impedir a liberação das “substâncias do bem” que protegem o organismo contra as doenças. Por isso, o estresse é prejudicial à defesa imune. Ele enfraquece o corpo e o deixa mais vulnerável aos germes causadores de diferentes enfermidades.

Dormir bem

Durante o sono são produzidos importantes elementos que ajudam na reparação das células do corpo. Esse processo é fundamental para fortificar a defesa imunológica contra o desenvolvimento de doenças como a Covid-19, entre outras.

Travesseiro ortopédico

Fazer atividade física

Além de contribuir com a circulação sanguínea e prevenir doenças do coração, os exercícios auxiliam as células de defesa. Durante a prática de atividade física, é gerada a endorfina, substância que combate o estresse e deixa o organismo mais forte e resistente.

Melhorar a alimentação

Nesse momento de pandemia, o ideal é aumentar a ingestão de alimentos ricos em vitamina C, como frutas cítricas. Também é importante consumir minerais como o selênio e o zinco, presentes nas castanhas e no gérmen de trigo, respectivamente. Inclua ainda o alho cru e o gengibre, eles ativam as células de defesa.

Tomar mais água

O sistema imunológico só consegue funcionar bem se o corpo estiver bem hidratado. Por isso, a ingestão de água é uma das formas mais simples de aumentar a imunidade e fortalecer o organismo contra inúmeras patologias.

Como você pôde notar, é possível aumentar a imunidade com a adoção de hábitos simples e mudanças na rotina. Vale destacar, ainda, que o sistema imunológico também é sensível às variações de humor e à instabilidade emocional. Logo, cuidar das emoções ajuda a fortificar a defesa imune e ter mais tranquilidade nesse momento.

Agora é com você: quer receber nossas publicações exclusivas? É simples: assine a newsletter da Ortoponto!