Quem pratica esportes deve estar atento à prevenção de lesões esportivas, já que músculos e articulações estão em constante atividade. Para entender melhor o que são as lesões e como preveni-las, preparamos o texto abaixo. 

Principais tipos e graus de lesão

A maioria das lesões esportivas está relacionada a contusões ou estiramentos musculares. A contusão acontece quando o músculo é submetido a uma força súbita de compressão. No estiramento, o músculo sofre uma força excessiva, levando à sobrecarga e à ruptura. As lesões podem acontecer durante qualquer tipo de atividade, basta que o músculo sofra uma pressão ou força maior do que a que está acostumado. 

Sobre os níveis de lesão, pode-se dizer que há, basicamente, três.

  1. Grau I – É o estiramento de uma pequena quantidade de fibras musculares, menos de 5% do músculo. Você provavelmente vai sentir a dor em um ponto específico e durante a contração muscular. Pode haver edema. Os danos são mínimos e o prognóstico é rápido. 
  2. Grau II – Mesmos sintomas da lesão de primeiro grau, mas em maior intensidade. Você pode sentir dor e ter hemorragia moderada e maior diminuição da mobilidade do músculo. 
  3. Grau III – Geralmente provoca a ruptura completa do músculo ou de grande parte dele (mais de 50%). O edema e a hemorragia são grandes. A dor pode variar de moderada a muito intensa.

Como prevenir as lesões

Faça os exercícios corretamente

Talvez a principal causa da formação de lesões seja por erro na execução das atividades. Quem pratica exercícios, principalmente musculação, precisa executá-los da maneira correta. Não adianta colocar muito peso e não conseguir fazer o movimento completo, por exemplo.

Descanse

O descanso é parte importante do treino. É quando seus músculos relaxam e se recuperam da força que você exerceu sobre eles. 

Hidrate-se

Antes de começar um exercício, beba bastante água. Ela vai manter seu corpo hidratado durante a atividade física.

Aumente sua flexibilidade

Faça exercícios de alongamento antes e depois da atividade física. Eles protegem seu músculo de possíveis lesões.

Se estiver com dor, pare o exercício

Se você está com dor, é sinal de que o músculo já está cansado. Não force mais. Prefira parar o exercício e continuar depois do descanso do que sofrer uma lesão.

Use equipamentos de segurança

Se a atividade que você pratica exige equipamentos de segurança (como joelheiras, caneleiras e outros acessórios), não abra mão de usá-los. 

Evite fazer exercícios no calor extremo

O calor vai fazer com que seu corpo se esforce mais para gastar energia, sobrecarregando os músculos. Prefira fazer atividades em períodos do dia em que a temperatura está mais amena, como de manhã ou à noite.

Processo de cura das lesões esportivas

A diferença entre a lesão muscular e um osso quebrado é que o músculo consegue cicatrizar por meio de um processo conhecido como reparação, em que um tecido fibroso se forma entre duas partes do músculo lesionado. O processo de cura tem três fases.

  1. Destruição: Na primeira fase, acontece a ruptura e a formação de um hematoma entre as pontas do músculo rompido, além de uma reação inflamatória.
  2. Reparação: O corpo produz uma cicatriz de tecido para “religar” as duas pontas do músculo. Também acontece o processo de revascularização.
  3. Remodelação: É um período de retração e reorganização do tecido cicatricial e recuperação da mobilidade do músculo.

A prevenção de lesões musculares deve ser o cuidado número 1 de todo praticante de esportes e exercícios físicos. Com o corpo sempre em dia, você poderá manter sua rotina ativa e saudável, sem se preocupar com tratamentos musculares!

Gostou das nossas dicas para prevenir lesões? Deixe seu comentário!