Quase todas as pessoas param de respirar por alguns minutos enquanto dormem, sem sofrerem qualquer dano. Na maioria das vezes, isso acontece porque as vias aéreas ficam obstruídas e a passagem do ar é dificultada. No entanto, se as paradas respiratórias ocorrerem diversas vezes enquanto o indivíduo dorme, é possível que ele sofra de apneia do sono, um problema que pode ter consequências negativas.

Essas pequenas pausas na entrada de ar podem diminuir a concentração de oxigênio no sangue. Com isso, o ritmo dos batimentos cardíacos são elevados, o que estimula a contração dos vasos sanguíneos. Esse é um fator de risco para a arritmia cardíaca e a pressão alta. Além disso, esses sintomas podem favorecer resistência à insulina e o acúmulo de gordura abdominal.

Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Neste post, vamos abordar as causas e tratamentos da apneia do sono. Confira!

Quais são as causas da apneia do sono?

O problema pode ser causado por fatores que atuam em conjunto, podendo ser pela estrutura física ou por condições que afetam a saúde da pessoa. Os principais fatores que contribuem para um caso de apneia do sono são:

  • desproporções da face;
  • obstrução nasal;
  • aumento das amígdalas;
  • obesidade;
  • fumo;
  • consumo de álcool;
  • genética.

Quais são os tipos de apneia do sono?

Apneia do sono central

Esse tipo de apneia não é muito comum e acontece quando o cérebro não transmite sinais para os músculos da respiração. Com isso, a pessoa acorda com falta de ar ou sente dificuldade para dormir, o que provoca sonolência durante o dia.

Apneia obstrutiva do sono

Esse tipo é o mais comum de apneia e acontece quando os músculos da garganta são relaxados durante o sono, e as vias respiratórias se fecham, interferindo e impedindo a respiração ideal.

Isso faz com que o nível de oxigênio caia e, consequentemente, a pessoa desperta do sono por um momento. Esse problema se repete diversas vezes durante a noite, o que pode causar complicações.

Quais são os sintomas da apneia?

A apneia do sono apresenta diversos sintomas. Os principais incluem:

  • insônia;
  • dor de cabeça;
  • ronco irregular;
  • engasgo durante o sono;
  • sono excessivo durante o dia;
  • sensação de sufocamento ao dormir;
  • boca seca ao acordar.

Esses sinais devem ser reconhecidos rapidamente para que a ajuda médica possa ser procurada e o tratamento se inicie.

Travesseiro contra ronco

Como é feito o tratamento?

O tratamento da apneia depende da gravidade e da causa do quadro. Muitas vezes, exercícios fonoaudiológicos, orientação para dormir de lado e medidas como perda de peso podem evitar o problema em casos mais leves. Em casos mais graves, é preciso utilizar aparelho na boca ou máscaras que facilitem a respiração durante o sono.

Outro tratamento que pode ser feito é por meio dos travesseiros contra ronco e apneia, que proporcionam noites de sono mais tranquilas. O produto possibilita maior adaptação e relaxamento dos músculos da garganta e do pescoço, fazendo com que o bloqueio da passagem de ar na região diminua.

Como vimos, a apneia do sono é um problema que afeta muitas pessoas e é causado por diversos fatores. Por isso, caso você esteja com ronco irregular, engasgos durante a noite e boca seca ao acordar, não deixe de procurar um médico. Ele poderá indicar o tratamento ideal para você.

Gostou deste artigo e se interessou em adquirir um travesseiro contra a apneia do sono para garantir noites de sonos mais tranquilas? Então, confira os nossos produtos e não deixe de experimentar!